Imprimir esta página
Quarta, 23 Novembro 2016 14:33

Bispo Renato homenageia técnicos em segurança do trabalho

Escrito por
Fotos: David Pena

Em comemoração ao Dia do Técnico em Segurança do Trabalho, comemorado anualmente no dia 27 de novembro, o deputado Bispo Renato Andrade convocou uma sessão solene para homenagear a categoria. Mais de 40 técnicos receberam um certificado de honra em reconhecimento aos serviços prestados.

“É importante ressaltar que mais um grande passo foi dado: esta semana eu protocolei o Projeto de Lei que institui no Distrito Federal o ‘Abril Verde’, com o objetivo de reduzir os acidentes de trabalho e os agravos à saúde do trabalhador”, explicou Bispo Renato, lembrando que o mês de abril é marcado pelo Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

O presidente da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho, Paulo Arsego, ilustrou que eles “dormem, sonham e acordam pensando na segurança e na saúde do trabalhador. É um ofício de honra, pois quando tratamos bem o trabalhador, tratamos bem o Brasil”. O ex-deputado e chefe do Centro Regional Fundacentro no Distrito Federal, Peniel Pacheco, enfatizou que os técnicos são “quase como anjos, pois salvam vidas”.

Segundo a diretora do Centro de Referência do Trabalhador do DF, Cláudia Castro, os técnicos enfrentam um grande desafio neste momento de recessão que o Brasil vive. “Muitas pessoas com dificuldade de conseguir um emprego acabam por se submeter a condições de trabalho inadequadas. O técnico em segurança do trabalho entra neste cenário com uma grande responsabilidade”, resumiu. “Por isso esta homenagem é tão merecida”, acrescentou.

A presidente interina do Sindicato dos Técnicos em Segurança do Trabalho do DF, Cleide Rejane, relembrou a regulamentação da profissão pela lei federal nº 7410/85. “Nossa missão é buscar mais segurança, prevenindo e até eliminando acidentes de trabalho”, disse. O diretor de Planejamento do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do DF, Marcus Batista, lamentou que a pressão dos empresários prejudique o trabalhador, a ponto de aumentar o número de acidentes, que já é alarmante.

Para o presidente da Associação Brasileira dos Técnicos em Segurança do Trabalho, Cláudio Ferreira, a iniciativa da sessão solene é pioneira no Brasil. “A sensibilidade desta Casa em homenagear estes profissionais é louvável, pois nem sempre a categoria é reconhecida”, agradeceu ele, pontuando ainda questões como piso salarial, capacitação profissional e a cultura da prevenção.